terça-feira, 10 de junho de 2008

Marrocos - Maio 2008

Uma viagem muito para além da viagem em si!







Do meu ponto de vista, de quem já viajou alguma coisa, a viagem começa e acaba em cada um de nós. Os países, a música, os pratos típicos desconhecidos, são como facetas pessoais, ocultas ou ainda não exploradas. De certo modo, somos todos viajantes à procura de nós próprios, ainda que, muitas vezes, sob o pretexto ou através da procura exterior.

Marrocos foi uma viagem que não vou esquecer!

Inch' Alla!

6 comentários:

alf disse...

Essa é uma viagem que eu ainda tenho de fazer. Há sítios assim, que nos fazem descobrir partes de nós.

Luis Correia disse...

a viagem mais complexa que podemos alguma vez fazer, é para dentro de nós próprios...

e enquanto esperamos para a fazer, resta-nos as viagens de conhecimento pelo mundo fora.

leprechaun disse...

Ena! As caras lindas agora emigram todas lá para Casablana e p'ra Fez... mais Rabat, só não vêm ao Gerês! :)

Ora, mas chá de hortelã eu também faço em casa...

Rui leprechaun

(...e para Meca rezo ou p'ra Lhasa! :))

Pink&Blue disse...

Alf,

Garanto que é uma viagem a não perder ;)

Luis,

Eu acho que é possível conjugar as duas. Há perigos, porque se utrapassam certas "zonas de conforto" mas a "vidinha de sofá" também não nos leva a lado nenhum :(

Rui,

Chegar de viagem e ser presenteada com os teus "piropos" e sentido de humor não é para todas :)
Obrigada
(um dia ainda me habituo a isto!.. LOL)

Luis Correia disse...

cara Pink, expliquei mal o contexto do meu comentário.

queria eu dizer que, enquanto não nos aventuramos pelos meandros obscuros da nossa mente, contentemo-nos a passear pelo mundo fora, já que a viagem por si só é reconfortante.

o sofá também sabe bem, mas claro que há alturas para tudo :)

boas viagens

Marcos Fernando disse...

Oi...estava fazendo algumas pesquisas(referências para Marrocos) e esbarrei no teu blog...e aí...bem...aí parabéns,né?